O Papel de um Gerente de Projetos

Neste artigo iremos apresentar alguns atributos necessários à um Gerente de Projetos.

pm

Segundo o PMBOK, um Gerente de Projetos tem um papel diferente do Gerente Funcional que usualmente esta focado em supervisionar áreas administrativas e do Gerente de Operações, que tem como atividade suportar e ser responsável pela operação do negócio principal da empresa.

Feitas as distinções, devemos considerar que existem diversas Estruturas Organizacionais e que, o Gerente de Projetos pode, em alguns casos, se reportar ao Gerente Funcional da empresa ou, em outros casos, se reportar ao Gerente de Portifólios/Programas, sendo este o responsável pelos projetos de uma corporação. Isso requer uma relação estreita entre o Gerente de Projetos e o Gerente de Portifólios/Programas, uma vez que,  todos os projetos necessitam estar alinhados com o plano e objetivo do programa central.

Um Gerente de Projetos sempre terá uma infinidade de ferramentas e técnicas que irão suportá-lo durante o gerenciamento. Mas será que, somente essas ferramentas e técnicas são suficientes para um bom gerenciamento do projeto?

Simplesmente conhecendo ferramentas e técnicas, que também podem ser reconhecidas como boas práticas não são suficientes para um gerenciamento eficaz de um projeto. Para um gerenciamento mais compreensivo é necessário  que o Gerente de Projetos tenha habilidades necessárias à sua área de atuação  e a proficiência que o gerenciamento de modo geral exige. Mas como compor todos estes aspectos em um único perfil? O que o profissional de gerenciamento de projetos deve ter como características para a condução eficaz de um projeto?

O PMBOK apresenta três características:

1. Conhecimento: Refere-se ao que o Gerente de Projetos sabe sobre gerenciamento de projetos.

2. Desempenho: Refere-se ao que o Gerente de Projetos é capaz de realizar enquanto aplica seu conhecimento em gerenciamento de projetos.

3. Pessoal: Refere-se ao comportamento do gerente na execução do projeto ou de atividade relacionada. A efetividade pessoal abrange atitudes, principais características de personalidade e liderança; a capacidade de orientar a equipe do projeto ao mesmo tempo em que atinge objetivos e equilibra as restrições do mesmo.

 

Estes três itens relacionados pelo PMBOK são extremamente importantes para a composição do perfil de um Gerente de Projetos. São também, muito amplos em sua definição, podendo nos levar a diversos tópicos específicos que especializam esta composição de perfil, como por exemplo:

  • Experiência técnica
  • Entendimento da organização
  • Formação de equipe
  • Alinhamento correto do projeto com os objetivos da organização
  • Desenvolvimento de novos negócios

Além dos itens citados acima, existem diversos outros que compõem o perfil de um Gerente de Projetos.

Com isso, podemos concluir que a figura denominada de Gerente de Projetos deve possuir habilidades comportamentais das mais diversificadas para que seu trabalho ocorra da melhor maneira possível.

Gerentes de Projetos devem ser orientados à resultados, mas para que isso seja possível, eles devem utilizar-se ao máximo das ferramentas e técnicas que lhes são ofertados. Porém, apenas essas ferramentas e técnicas não são suficientes se o Gerente de Projetos não possuir as habilidades comportamentais que lhe permitam lidar com pessoas, formar equipes e mediar conflitos, ter entendimento do ambiente organizacional.

Como Gerente de Projetos, os fatores humanos devem ser, aliados às ferramentas e técnicas que lhe são ofertadas, um dos principais elos para um gerenciamento eficaz e orientado à resultados.

Referências:

PMBOK 4 Edição

Skills for a Successful Project Manager – que pode ser encontrado em: http://www.clarizen.com/project-manager/project-manager-skills.html

 

ADD YOUR COMMENT